quinta-feira, 21 de julho de 2022

É seguro nadar depois de comer? Saiba o que dizem os especialistas

Conheça a resposta definitiva a esta dúvida que toda a gente tem.

© Shutterstock


É a pergunta mais comum nos dias que o calor chega: é seguro nadar depois de comer? Existe muita informação contraditória e é difícil entender o que é verdade ou não, já que os fatos se misturam com teorias. Para conseguir dar uma resposta correta e definitiva, o HuffPost consultou diferentes especialistas.

Esperar uns minutos antes de nadar depois de comer é um conselho (ou ordem) que todo mundo já ouviu, especialmente, quando criança. O meio de comunicação social falou com Jim Keany, médico de urgências no Providence Mission Hospital, na Califórnia; e John Rhodes enfermeiro e treinador de triatlo na Axes Performance Coaching.

Afinal é ou não necessário esperar uns minutos antes de ir à água? Segundo os especialistas, não existem fatos comprovados que confirmem que é necessário esperar, pelo menos 30 minutos, depois de comer para nadar. Acrescentando que não existem casos ou provas que sugiram que "comer pouco antes de nadar fez com alguém  de afogasse".

O médico explica que este mito tornou-se popular devido a uma má interpretação da ciência já que se assumia que "como mais sangue flui para o estômago para a digestão, menos oxigênio iria chegar aos braços e pernas, o que poderia levar a que alguém se afogasse", explica Jim Keany. O médico garante que se produz oxigênio suficiente para chegar a todas as partes do corpo enquanto se nada.

Comer antes de nadar só é perigoso se estiver planejando uma sessão intensa de natação, mas se os seus planos forem relaxar na piscina com amigos e dar umas braçadas, ocasionalmente, não há risco. Quem faz da natação um esporte não pode comer imediatamente e se o fizer pode sofrer sintomas como vômitos ou náuseas.  

Segundo os especialistas, também não é necessário evitar determinados alimentos e comida antes de nadar, no entanto tem que estar atento e não comer refeições que anteriormente e, fora da água, lhe tenham causado desconforto ou má disposição, porque o mesmo vai acontecer quando estiver a nadar. 

Já consumir álcool, antes de nadar, pode ser perigoso, aliás "beber álcool aumenta, significativamente, o risco de afogamento". Algo que acontece porque "prejudica a coordenação, o capacidade de tomar decisões, o equilíbrio e a capacidade de nadar com segurança.”

Existe até uma estatística que comprova este fato, publicada pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, nos EUA, e que afirma que até 70% das mortes associadas a atividades na água, entre adolescentes e adultos, ocorreram quando o álcool estava envolvido. 

O médico deixa ainda alguns sinais a que pode estar atento para avaliar se a pessoa pode ou não nadar em segurança como conseguir tomar decisões corretamente, ter discurso lento e confuso, começar a tropeçar sem razão e aumento da temperatura corporal. 

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo