sábado, 9 de julho de 2022

Homem que não conseguiu superar homicídio da irmã morre de overdose

Mistério em torno do desparecimento de Charlene Downes ainda permanece, cerca de 20 anos depois

© Getty


Robert Downes foi encontrado sem vida, vítima de uma overdose. O homem, de 30 anos, era irmão de uma jovem britânica que teria sido assassinada e o seu corpo mutilado, em Blackpool, no Reino Unido.

A família acredita que Robert nunca conseguiu superar a morte da irmã.

A família revela que o homem, que é pai de três crianças, nunca conseguiu esquecer o desaparecimento da irmã, em novembro de 2003, e que até hoje a família não conseguiu obter todas as respostas sobre o sucedido.

O desaparecimento de Charlene foi inicialmente tratado como uma fuga, mas os desenvolvimentos viriam a revelar que o caso tinha outros contornos. Acredita-se que a jovem teria sido morta por um grupo de homens que a estaria assediando. Chegou mesmo a afirmar-se em tribunal que o seu corpo teria sido cortado em pedaços e usado como carne de Kebab, acusação que acabou sendo negada dado que não havia fatos que a comprovassem.

A mãe de Robert revela que o filho nunca superou a morte da irmã.

O homem já tinha tido problemas com drogas, mas depois de ter sido preso teria feito esforços para abandonar o vício. A polícia acredita que Robert sofreu uma overdose uma vez que consumiu uma dose de droga que o seu corpo - após algum tempo sem consumir - já não tolerava.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo