quinta-feira, 21 de julho de 2022

Motoboy brasileiro morre em acidente em Londres

Gabriel Santiago trabalhava como motoboy e morava fora do país em busca de uma vida melhor

© iStock

FLORIANÓPOLIS, SC (UOL/FOLHAPRESS) - O catarinense Gabriel Santiago, 27, morreu nesta terça-feira (19) em um acidente de trânsito em Londres. Ele trabalhava como motoboy e morava fora do país em busca de uma vida melhor. A família agora enfrenta dificuldades para trazer o corpo para o Brasil.

Conhecido como Shire, o brasileiro natural de Criciúma viajou há cerca de dois anos para a Inglaterra com a esposa, quando eram recém-casados.

"Era o sonho da vida dele morar fora do país. Desde os 8 anos de idade ele fala inglês fluentemente, aprendendo com músicas e desenhos animados", afirmou à reportagem a irmã Camila de Souza Santiago.

Além de tentar uma vida melhor para o casal, Gabriel também ajudava a família, que mora em Santa Catarina. "Ele era uma pessoa espetacular. Um menino cheio de luz, carinhoso e amoroso."

O ACIDENTE

Segundo a irmã, o jovem estava a caminho do trabalho, andando de moto, quando se envolveu em um acidente de trânsito com uma van, que teria cortado a frente dele, na região sul de Londres. Ele chegou a ser socorrido pela ambulância, mas morreu no local, por conta de uma hemorragia interna.

A Polícia Metropolitana de Londres informou que foi chamada às 16h33 desta terça-feira no horário local (20h33 no horário de Brasília) para atender o acidente. Conforme o órgão de segurança, o motorista teria fugido, mas após a chegada da polícia retornou ao local do acidente e está ajudando nas investigações. A nota ainda faz um apelo em busca de imagens ou testemunhas.

A esposa e os amigos de Gabriel avisaram a família no Brasil.

TRANSLADO DO CORPO

A mãe de Gabriel conseguiu juntar dinheiro e embarcar para Londres para cuidar dos trâmites referentes ao translado do corpo. Até o fim da manhã desta quarta-feira (20), a família afirmou que ainda não tinha conseguido contato com o Consulado do Brasil na Inglaterra.

A reportagem entrou em contato com o Itamaraty, mas até a conclusão deste texto a pasta não respondeu a respeito dos trâmites funerais.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo