terça-feira, 19 de julho de 2022

Erdogan volta a fazer ameaças de barrar entrada de Suécia e Finlândia na Otan

O ingresso de novos países à Otan só se dá com a anuência de todos os membros

© REUTERS/Umit Bektas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, voltou a fazer a ameaça de barrar a adesão de Suécia e Finlândia à Otan (aliança militar ocidental), listando condições que os países nórdicos precisam cumprir para que Ancara libere o processo.

O ingresso de novos países à aliança só se dá com a anuência de todos os membros, e os três países assinaram um acordo em um encontro da Otan em Madri, no mês passado, para retirar o veto turco em troca de promessas contra o terrorismo e a exportação de armas.

Nesta segunda (18), Erdogan apelou aos dois países para "fazerem sua parte" e os acusou de servir de porto seguro para ativistas curdos considerados terroristas por Ancara. Com isso, ameaçou ignorar o acordo de alargamento da Otan.

"Quero reiterar mais uma vez que congelaremos o processo se esses países não tomarem as medidas necessárias para satisfazer nossas condições", disse o presidente turco após uma reunião do governo. "Observamos especialmente que a Suécia não dá atenção a essa questão", completou, referindo-se às promessas sobre o contraterrorismo.

Erdogan deve viajar nesta segunda para Teerã, no Irã, para participar de uma reunião com os homólogos russo, Vladimir Putin, e iraniano, Ebrahim Raisi, de quem almeja obter sinal verde para uma intervenção armada no noroeste da síria.

VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo