terça-feira, 19 de julho de 2022

Netflix pode ter encontrado forma de impedir compartilhamento de contas

Os membros da Netflix poderão comprar “casas” adicionais de forma a que amigos e familiares também possam continuar desfrutando do serviço

© iStock

A queda no número de assinantes fez com que a Netflix decidisse colocar em prática alguns planos para recuperar receita, como impedindo que os usuários do serviço compartilhem contas com outras pessoas.

Agora, segundo a Bloomberg, a Netflix começou a testar um novo método nos países da América Latina com o qual a empresa pretende cobrar uma taxa a quem compartilhe contas. Este novo método permite que, mediante o pagamento desta taxa, os membros adicionem “casas” à respetiva conta - o que permite que pessoas que não vivam na mesma casa do dono da conta também possam desfrutar dos conteúdos da Netflix.

Na página de apoio ao cliente nas Honduras a Netflix explica que os donos de contas poderão criar uma “casa” principal e também comprar “casas” adicionais para que outros utilizadores também possam acessar.

A Netflix pretende fazer uso de informações como endereço IP, identificação de dispositivos e até atividade de conta para determinar se quem está acessando às contas vive na mesma casa. No entanto, o que acontece caso os utilizadores decidam viajar?

Consciente de que uma boa parte dos seus utilizadores consome conteúdos durante as suas viagens, a Netflix permitirá que o serviço seja usado durante um período de duas semanas sem qualquer custo. Uma vez passado este período, o serviço será bloqueado até ao pagamento de uma “casa” extra.

“É ótimo que os nossos membros gostem tanto das séries e filmes da Netflix que queiram partilhá-los. No entanto, a disseminação do compartilhamento de contas entre casas de hoje em dia prejudica a nossa capacidade a longo-prazo de investir e melhorar o nosso serviço”, afirmou em comunicado a diretora de inovação de produto da Netflix, Chengyi Long.

Vale lembrar que esta solução para impedir o compartilhamento de contas ainda está sendo testada e, portanto, ainda poderá sofrer alterações até ser lançada.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo