sexta-feira, 8 de julho de 2022

Piloto britânica morre após picada de inseto durante curso na Bélgica

Ia realizar as provas práticas para se tornar piloto comercial, depois de ter concluído os exames teóricos.

© Shutterstock

Uma piloto estagiária morreu depois de ter sido mordida por um mosquito e de ter desenvolvido uma infeção que se espalhou para o seu cérebro, revela o inquérito agora conhecido.

Oriana Pepper, 21 anos, de Bury St Edmunds, Suffolk, morreu cinco dias depois de ter sido mordida enquanto estava em Antuérpia, na Bélgica.

O médico legista de Suffolk, Nigel Parsley, disse que foi uma "tragédia infeliz para uma jovem que claramente tinha uma carreira maravilhosa pela frente".

A viagem foi feita com o objetivo de realizar as provas práticas para se tornar piloto comercial, depois de ter concluído os exames teóricos.

Segundo a BBC, Logo após a picada, em 7 de junho, deslocou-se ao hospital, onde foi medicada. Três dias depois continuava piorando e, após desmaiar, ficou internada em unidade hospitalar.

O relatório conclui agora que a causa da morte foi obstrução dos vasos sanguíneos, resultado de uma infeção causada por uma bactéria chamada staphylococcus aureus agravada por uma picada de inseto. 

Os pais da jovem vieram já informar que foi criada - em memória da filha - em parceria com a British Women Pilots' Association, uma bolsa de estudos para "encorajar outras mulheres pilotos" a seguir a profissão.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo