segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Biblioteca Nacional recebe obra furtada localizada no Itaú Cultural

A colaboração aconteceu após a Folha receber carta do ladrão Laéssio de Oliveira e publicar, em março de 2018

@Divulgação 
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Biblioteca Nacional recebeu neste sábado (2) do Instituto Itaú Cultural mais uma obra furtada em 2005, quando cerca de mil itens sumiram dos acervos da instituição carioca. Trata-se de "A Glória Tomada da Estrada", gravura do artista suíço Louis Buvelot que faz parte do álbum "Rio de Janeiro Pitoresco", realizado na cidade entre os anos de 1842 e 1845.

A devolução foi feita após análise de um perito contratado pelo próprio Itaú Cultural, que identificou sinais na gravura de Buvelot mais tarde identificados positivamente pela Biblioteca Nacional. Desde o ano passado, as duas instituições têm um acordo para exame de obras furtados.
A colaboração aconteceu após a Folha receber carta do ladrão  Laéssio de Oliveira e publicar, em março de 2018, que as obras da Biblioteca haviam sido vendidas a representante do Itaú Cultural. Algumas delas estavam expostas na sede do instituto, na avenida Paulista.
Para Monica Carneiro Alves, da Biblioteca Nacional, "A Glória Tomada da Estrada" foi colorizada. "O pigmento não é original, era uma gravura em preto e branco, como as outras da obra. Esta foi colorida a lápis de cor, e não faz muito tempo, pois no século 19, não se usava cores vibrantes e a colorização era feita com aquarela", disse.
"Acreditamos que será muito agressivo retirar a cor, então deve ser melhor deixar como está", afirmou Diana Ramos, chefe da iconografia da Biblioteca Nacional. 
A gravura devolvida foi furtada com outras três do mesmo álbum. "Largo de São Francisco de Paula" já havia sido devolvida em outubro de 2018. Já "Convento de Santo Antonio" e "Nossa Senhora da Penha, Freguesia de Jacarepaguá" seguem em análise.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo