domingo, 3 de novembro de 2019

Trabalhadores da agência da ONU para palestinianos em greve na Jordânia

O porta-voz da Agência das Nações Unidas para Assistência aos Refugiados da Palestina no Médio Oriente (Unrwa, na sigla em inglês)

@DR
Milhares de trabalhadores da agência das Nações Unidas para os refugiados palestinianos entraram hoje em greve na Jordânia para exigir aumentos de salários, uma paralisação sem fim marcado.

O porta-voz da Agência das Nações Unidas para Assistência aos Refugiados da Palestina no Médio Oriente (Unrwa, na sigla em inglês), Amjad Obeid, disse à Associated Press que cerca de seis mil trabalhadores estão em greve, afetando escolas, cuidados de saúde e recolha de lixo nos campos de refugiados.
A agência enfrenta uma redução do seu orçamento depois de o seu maior doador, os Estados Unidos, ter deixado de contribuir.
Obeid afirmou que os trabalhadores pedem aumentos de 140 dólares (125 euros) no vencimento e que o governo jordano está a tentar negociar um acordo.
A greve ainda não afetou o trabalho da agência nos territórios palestinianos ou em qualquer outra parte do Médio Oriente.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo