domingo, 27 de março de 2022

Suspeito de matar jovem de 22 anos em briga de trânsito é preso em Cascavel

Ele se apresentou à delegacia da cidade com um advogado e, em seguida, foi encaminhado para a Cadeia Pública da região.

© Chalabala / iStok


LORENA PELANDA
CURITIBA, PR (UOL/FOLHAPRESS) - Elias Pires, 54, suspeito de matar um jovem depois de uma briga de trânsito, foi preso na tarde desta sexta-feira (25) em Cascavel, na região oeste do Paraná.


Ele se apresentou à delegacia da cidade com um advogado e, em seguida, foi encaminhado para a Cadeia Pública da região.
Elias é suspeito de dar ao menos três tiros em Ailson Augusto Ortiz, 22, na manhã de quinta-feira (24).

O jovem estava em uma moto quando teria sido fechado pelo carro conduzido pelo suspeito. Depois de uma discussão, Elias teria atirado em Ailson, que morreu na hora. Imagens de câmeras de segurança registraram o crime.

Ao UOL, o advogado do suspeito afirmou que "ele está bem abalado, já que atirou em um ser humano. Um erro puxou outro. O Elias estava levando os três filhos à escola com a mulher, quando se deparou com a situação. O episódio tirou o chão da família inteira, além de os filhos terem visto a cena e precisarem de acompanhamento psicológico", disse Verli Farias.

Uma pistola calibre 380, que foi usada no crime, também foi apreendida.

"A arma é registrada. Ele não tinha porte, mas tinha autorização para fazer o transporte até o stand de tiro. É lamentável que tudo isso tenha acontecido, mas é importante que as pessoas peguem esse caso como exemplo", afirma Farias.

A defesa de Elias já entrou com pedido de habeas corpus e diz acreditar que a Justiça deve beneficiar o suspeito, já que ele é réu primário, tem trabalho e residência fixa.

Nas redes sociais, Ailson dedicava boa parte de suas postagens a tirinhas bem-humoradas e declarações para a namorada, Deborah Larissa Blemer, com quem estava desde 2020.

A reportagem, Deborah afirmou que "sempre dizia para ele que iria morrer primeiro, porque não suportaria ficar sem ele. Está sendo muito difícil, eu não consigo comer ou dormir, parece que a qualquer momento ele vai chegar todo alegre para me abraçar e dizer que me ama".

Ailson trabalhava como instrutor em uma academia de kung fu e foi lembrado por colegas e alunos como um jovem dedicado à arte marcial chinesa, herança que veio do pai, segundo homenagens publicadas após a morte do rapaz.

"'Ah, eu gosto mais do Ailson! Com ele dá menos medo de errar', era uma fala comum de escutar nas conversas clandestinas típicas de alunas sobre quem era o instrutor preferido. E com ele era assim mesmo: sempre calmo, alegre, inteligente, extremamente educado, entre tantos outros adjetivos. 'O Ailson é a versão boazinha do pai dele', alguns diziam, todos concordavam", escreveu Ana Paula Seixlack, amiga do jovem.

"Eu queria que tivesse algo que pudesse dizer ou fazer para ajudar a amenizar o sofrimento. Desejo muita força para a família. Força espiritual - para enfrentar esse momento - pois força física a família tem de sobra e vai sobreviver bravamente. Esse menino lindo sempre foi luz e vai brilhar ainda mais fo


Entenda o caso
A morte de Ailson foi registrada por câmeras de segurança da Rua Cuiabá, no bairro Neva, ponto de grande movimentação na cidade paranaense, pouco antes das 7h da manhã.


Nas imagens, é possível ver o momento em o suspeito desce do veículo e começa a discutir com Ailson, que estava em uma motocicleta.


O rapaz tenta acertar um soco no motorista do carro, que saca a arma e dispara mais de uma vez, mesmo quando o jovem já está caído no chão.


Ele sai do local em seguida sem prestar socorro à vítima. No vídeo, é possível ver que o motorista do carro está acompanhado de uma mulher, que chega a sair do veículo.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo