sábado, 2 de novembro de 2019

Bolsonaro diz desconhecer candidaturas de laranjas do PSL

Em Pernambuco, o PSL é comandado politicamente pelo deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional da legenda e hoje em atrito com Bolsonaro

@DR
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse desconhecer irregularidades em candidaturas de mulheres em seu partido durante as eleições de 2018.

"Durante a campanha toda eu estava no hospital ou em casa, em convalescença. Desconheço esse assunto ai", afirmou Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã deste sábado (2).
Alvo de uma facada durante ato de campanha em 6 de setembro de 2018, o presidente passou mais de 20 dias internado e permaneceu a maior parte do tempo em casa, em recuperação do atentado sofrido.
Reportagem da Folha de S.Paulo mostrou neste sábado que uma dirigente do PSL em Pernambuco nas últimas eleições afirmou à Polícia Federal que o partido cometeu irregularidades durante a campanha de 2018 e que, em seu estado, mulheres da legenda só foram chamadas à disputa para cumprir a cota mínima obrigatória de 30% de candidatas. 
Em Pernambuco, o PSL é comandado politicamente pelo deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional da legenda e hoje em atrito com Bolsonaro.
O depoimento à PF foi de Bete Oliveira, presidente do PSL Mulher de Pernambuco em 2018. Bete, cujo nome de batismo é Maria José de Oliveira, foi candidata derrotada à Câmara dos Deputados, tendo recebido 2.529 votos.
Em dois depoimentos prestados em março e abril nas investigações sobre o esquema de candidaturas de laranjas do PSL em Pernambuco, a ex-dirigente afirma que, após a entrada de Bolsonaro no partido, no início de 2018, cresceu o número de candidaturas masculinas na sigla, o que levou o diretório do seu estado a inscrever mais mulheres candidatas. A lei exige uma cota mínima de gênero de 30%.
Questionado sobre seu futuro partidário, após criticar publicamente Bivar e o PSL, o presidente não respondeu.Indagado se uma possibilidade seria um partido militar, limitou-se a responder que é "aquela menina bonita sem namorado".
"O pessoal está.... eu fico muito feliz em ter vários convites", disse.
Bolsonaro deixou o Alvorada pela manhã acompanhado do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Eles foram juntos a uma concessionária a 14 km da residência oficial da Presidência para buscar uma motocicleta comprada pelo presidente.
O veículo adquirido por Bolsonaro é uma Honda NC 750 X. De acordo com informações do site da concessionária, a moto custa R$ 33.980,00.
Ao sair do Alvorada, o presidente disse que comprou a motocicleta com seu próprio cartão e que "não ganhou de presente de ninguém", arrancando aplausos de apoiadores.
Ele disse que "pretende" só andar dentro da área de casa, mas que não garantia que ficaria restrito ao perímetro do Alvorada.  
Ao chegar à loja, foi questionado pela reportagem se voltaria pilotando a moto."Não, eu comprei a moto para andar de barco, viu?", disse.
VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo