terça-feira, 31 de maio de 2022

EUA investigam surto de hepatite A que estará relacionado com morangos

Os morangos que causaram o surto já atingiram o prazo de validade, mas aqueles que os congelaram não devem consumi-los

© Shutterstock

Os Estados Unidos e o Canadá estão investigando um surto de hepatite A que pode estar relacionado com morangos orgânicos.

No sábado, a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA anunciou, em comunicado, uma investigação conjunta com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), com a Agência de Saúde Pública do Canadá e a Agência canadense de Inspeção de Alimentos, após um “surto” de hepatite A.

Até ao momento não há registo de mortes, mas foram identificados 17 casos e 12 hospitalizações nos estados norte-americanos da Califórnia, Minnesota, Dakota do Norte e no Canadá, entre 28 de março e 30 de abril. As infecções nos EUA e no Canadá estão “potencialmente ligadas” a morangos das marcas FreshKampo e HEB.

“Não coma, sirva ou venda morangos orgânicos da marca FreshKampo ou HEB comprados entre 5 de março de 2022 e 25 de abril de 2022”, alertou a autoridade de saúde norte-americana. “As pessoas que compraram morangos orgânicos frescos FreshKampo e HEB entre 5 de março de 2022 e 25 de abril de 2022 e depois congelaram esses morangos para consumo posterior não devem comê-los”, acrescentam, pedindo às pessoas que entrem em contato com um profissional de saúde caso apresentem sintomas de infeção por hepatite A, como olhos amarelados ou dores de estômago, e alertando que os sintomas podem demorar semanas a manifestar-se.

Os morangos em questão foram vendidos em hipermercados como o Aldi, HEB, Kroger, Safeway, Sprouts Farmers Market, Trader Joe's, Walmart, Weis Markets e WinCo Foods.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo