terça-feira, 31 de maio de 2022

RJ registra mais de 17 mil casos de violência sexual entre 2017 e 2021

Mais de 70% das notificações de violência sexual feitas nas unidades de saúde do estado são do sexo feminino.

© Shutterstock


O estado do Rio de Janeiro registrou mais de 17 mil casos de violência sexual, entre 2017 e 2021, nas unidades de saúde, 66% delas, cerca de 11 mil, tiveram como vítimas crianças e adolescentes, na faixa de 0 a 19 anos.

Os dados são de um boletim da Secretaria de Estado de Saúde, em alerta à campanha Maio Laranja, iniciativa nacional criada para dar visibilidade às ações de combate ao abuso e à exploração sexual infantojuvenil no Brasil.

Mais de 70% das notificações de violência sexual feitas nas unidades de saúde do estado são do sexo feminino. Entre os meninos, a faixa etária de 5 a 9 anos é a que registra o maior número de vítimas.

De acordo com o boletim, o pai aparece como principal agressor nos casos de violência sexual contra crianças de um a quatro anos. Já na faixa etária entre cinco e 14 anos de idade, a violência foi praticada por amigos ou conhecidos.

Vale lembrar que a notificação dos casos suspeitos e confirmados de violência no Sinan, Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde, é obrigatória a todos os profissionais da área, de instituições públicas ou privadas.

Mas a notificação também pode ser feita por profissionais de outros setores, como educação, assistência social, saúde indígena e conselhos tutelares, que tenham contato com as vítimas.

Ainda, segundo a Secretaria, nos casos de violência contra crianças e adolescentes, as unidades que prestarem atendimento também devem obrigatoriamente comunicar as ocorrências ao Conselho Tutelar.

 VIA...NOTÍCIAS AO MINUTO    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são pessoais, é não representam a opinião deste blog.

Muito obrigado, Infonavweb!

Topo